Turismo

Em meio ao sertão pernambucano está Mirandiba, que segundo poetas da região é uma cidade pequena de céu grande. É lá que vivem partes das raízes do forró pé-de-serra, que anima as festas pernambucanas e que ganhou o mundo no acordeão de Luiz Gonzaga.

As belas paisagens sertanejas também atraem visitantes a Mirandiba. Um pôr do sol inesquecível pode ser apreciado.

As festas juninas são tradição no município e não deixam de ser levadas pelo som do acordeão, zabumba e triângulo que soam seus acordes nos barracões de forró montados na cidade. É o verdadeiro São João de interior, com direito a comidas típicas, fogueiras e simpatias.

Pontos turísticos

– Balneários com Banhos de Piscina e Bica, comidas típicas e bebidas em geral. Temos o Balneário Tropical e o CHACAL.

– A Mangueira do Brejo, no Sítio Brejo do Gama. A Maior Mangueira do Mundo.

– A Pedra Comprida, no Sítio Ajuntador. Grande Pedra em forma de cone com pinturas rupestres.

– A Pedra do Sino, na fazenda Barra dos Veados, com forte som ecoante ao ser tocada.

– A Furna de Lampião, próximo ao Distrito de Tupanaci. Conta a Lenda que o Cangaceiro Lampião ao passar por essas terras descansou com seu Bando na Furna.

– O Catolezeiro de Sete Copas. Catolezeiro que sofreu mutação genética e mostra Sete Copas, quando normalmente deveria mostrar apenas uma.

– O Casario de Tupanaci. As Casas mais antigas da região. Construídas pelas primeiras famílias que habitaram a região há mais de 200 anos.

– A Baraúna do Padre Cícero. Localizada no Povoado de Várzea do Tiro. Conta a Lenda que o Pe. Cícero em meados da década de 30, ao passar por essa região, descansou e celebrou uma missa na Baraúna.

– A tradicional festa de Nossa Senhora de Lourdes na fazenda Preces dos Rodrigues, sempre no mês de fevereiro no segundo fim de semana.

-Sociedade Educativa Mirandibense (SEM), na qual todos os fins de semana promove eventos para a diversão dos jovens e adultos da cidade.

Desenvolvido por